Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Projeto de Extensão do IFMA é apresentado no Salão do Livro
Início do conteúdo da página Notícias

Projeto de Extensão do IFMA é apresentado no Salão do Livro

O projeto de extensão “Caminhos da Sétima Arte: o cinema na escola”, desenvolvido pelo IFMA Campus Imperatriz, foi apresentado no 15º Salão do Livro de Imperatriz.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 13/11/2017 16h41
  • última modificação 13/11/2017 16h47

No dia 29 de outubro, o Instituto Federal do Maranhão Campus Imperatriz teve uma importante participação na 15ª edição do Salão do Livro de Imperatriz (SALIMP). Durante a tarde, a professora Eliana Kiara, coordenadora do projeto “Caminhos da Sétima Arte: o cinema na escola”, fez uma apresentação do que é realizado pelo instituto através do projeto. O projeto nasceu em 2016 e, atualmente, atende crianças e jovens de duas escolas públicas da cidade. O objetivo principal é fazer com que os alunos participantes conheçam o cinema como arte e não meramente como recurso didático, proporcionando-lhes experiências estéticas e de aprendizagem ricas, propondo, assim, uma forma diferenciada de articular cinema e educação.

As atividades do projeto são realizadas na sala de vídeo do Campus, uma ou duas vezes por semana. “As escolas convidadas escolhem previamente o filme com a equipe do projeto para que os alunos fiquem conhecendo as informações sobre a produção cinematográfica antes da visita. Após a exibição do filma, ocorre uma discussão sobre o texto fílmico. A dimensão estética da obra é sempre abordada, pois o que se procura é tratar o cinema como arte na escola. Posteriormente, são realizadas oficinas de leitura fílmica. Os alunos têm contato com a linguagem cinematográfica e conhecem os elementos que a compõem para iniciarem um possível “namoro” com o cinema arte”, destaca a professora.

A professora Eliana explica que “O público precisa conhecer sobre o projeto, que propõe que o cinema esteja na escola como arte, não meramente como recurso didático”. O projeto atende alunos de seis turmas da Escola Estadual CAIC do primeiro e segundo anos do Ensino Médio e a Escola Municipal Jucimar Rodrigues, com duas turmas do quarto e quinto anos do Ensino Fundamental. foi enriquecedor trabalhar com a sétima arte na escola. “Nossa proposta é continuar com tais trabalhos, adicionando novas possibilidades e assim continuar desvelando os limites e as potencialidades do encontro do Cinema com a Educação”, finaliza ela.

registrado em:
Fim do conteúdo da página