Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus participa de reunião para criar comitê de prevenção ao suicídio
Início do conteúdo da página Notícias

Campus participa de reunião para criar comitê de prevenção ao suicídio

Encontro foi realizado no dia 26 de setembro. Convite para integrar comitê foi feito pela Unidade Gestora Regional de Saúde de Imperatriz
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 09/10/2018 17h10
  • última modificação 09/10/2018 17h11

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Imperatriz participou de reunião, no dia 26 de setembro, para a apresentação da proposta de criação do Comitê de Promoção à Vida e Prevenção ao Suicídio da Região Tocantina. A instituição foi convidada a participar pela Unidade Gestora Regional de Saúde de Imperatriz, da Secretaria de Estado da Saúde (SES). O encontro ocorreu no auditório da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Na reunião, a instituição foi representada pela assistente social do campus, Elidiane Muniz, pela chefe do Setor de Desenvolvimento e Qualidade de Vida do Servidor, Raquel de Souza, e as alunas Iris Juliana Lima Silva, do curso Técnico em Informática, e Maria Clara Oliveira Leite, do curso Técnico em Edificações. Além disso, o campus montou uma comissão própria para representar o IFMA no comitê, formada pelas servidoras Elidiane Muniz da Silva, Raquel de Souza e Silva e Maiara Amorim Muniz, que é psicóloga. No dia 8 de novembro haverá outra reunião para que sejam oficialmente apresentados os membros do comitê.

O comitê pretende, segundo os coordenadores, fortalecer as ações de promoção da saúde, vigilância, prevenção e atenção integral relacionadas ao suicídio, com vistas à redução de tentativas e mortes por suicídio. Elidiane Muniz da Silva avalia destacou a iniciativa da SES para a criação do comitê. “Ela articula diferentes organizações para um movimento constante de discussões e prestação de serviços às pessoas que estejam em risco de cometer suicídio”.

No IFMA de Imperatriz, segundo Elidiane Muniz da Silva, o objetivo é “desenvolver um processo reflexivo sobre nosso campo de atuação, de forma que possamos realizar abordagens e atuações concretas no campo institucional, para se estabelecer uma atuação e olhar atentos às demandas dos discentes e servidores, bem como apoio àqueles sob risco de cometerem atos contra a própria saúde ou vida”.

Raquel Souza e Silva apontou a importância da iniciativa.  “A proposta de Criação do Comitê Regional de Promoção da Vida e Prevenção ao Suicídio da Região Tocantina vai alinhar ações para promoção da saúde, vigilância, prevenção e atenção integral relacionadas ao suicídio, com vistas à redução de tentativas e mortes”. A servidora relatou ainda já ter perdido um amigo que cometeu suicídio. “Para quem fica, sempre há a sensação de que era possível ter feito algo para ajudar quem desistiu da vida. Fica a sensação de impotência e a certeza que é preciso ser mais presente na vida de quem nos cerca, é preciso ter mais acolhimento ao próximo e estar atento aos sinais”, contou.

Maiara Amorim Muniz explicou de que maneira o IFMA poderá contribuir com o comitê.  “Poderemos enriquecer a rede que está se consolidando para trabalhar com a temática. Ampliar a discussão sobre o tema a partir das especificidades de nossa realidade e propor intervenções que poderão compor as atividades que serão desenvolvidas por este comitê em toda região Tocantina”, acredita.

Já a aluna Maria Clara Oliveira Leite comentou o que lhe chamou atenção na reunião para tratar da criação do comitê. “O comprometimento de diversos setores do estado, município, polícia, universidades e escolas em buscar formas de fornecer apoio aos alunos que estão passando por problemas emocionais. Como estudante digo que é reconfortante saber que as nossas lideranças sentem empatia pelo problema e buscam soluções para isso”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página