Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias - PE > Projeto do campus garante primeira carta-patente do IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Projeto do campus garante primeira carta-patente do IFMA

A invenção, um filme plástico biodegradável feito à base de banana e galactomanana extraída de sementes de Adenanthera pavonina, foi desenvolvida pela professora do IFMA Ana Angélica Mathias Macêdo, pelo professor doutor Fernando Jose Figueiredo Agostinho D´Abreu Mendes e pelos alunos Rômicy Dermondes Souza e Eliane De Oliveira Alves.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 23/12/2022 10h25
  • última modificação 11/01/2023 09h48

Pela primeira vez, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) teve uma carta-patente concedida pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A invenção trata da tecnologia intitulada “Filme biodegradável à base de banana e galactomanana extraída de sementes de Adenanthera pavonina”, desenvolvida pela professora doutora em Biotecnologia, Ana Angélica Mathias Macêdo, professora do campus Imperatriz do IFMA, pelo professor doutor Fernando Jose Figueiredo Agostinho D´Abreu Mendes e pelos alunos Rômicy Dermondes Souza e Eliane de Oliveira Alves. Esta patente é em cotitulidade com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Professora Ana Angélica (à dir.), com o professor Fernando Mendes e bolsistas que integram o projeto.

A concessão da Carta-Patente de Invenção do IFMA foi publicada na Revista de Propriedade Industrial (RPI), do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), com o  número 2711, na seção de Patentes. A patente foi depositada pela Agência de Inovação da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (PRPGI) do IFMA em janeiro de 2018, publicada em agosto do ano seguinte e concedida em 20 de dezembro de 2022, com um prazo de validade de 20 anos, contados a partir da data de concessão.

Filme plástico biodegradável:

O filme plástico biodegradável contém fibras de casca de banana em estado avançado de maturação, galactomanana de Adenanthera pavonina L. e glicerol. O objetivo do invento é melhorar as propriedades da galactomanana a partir da interação com fibras da casca da banana, pois a galactomanana forma filmes poliméricos com propriedades mecânicas inferiores se comparados a plásticos sintéticos. A invenção apresenta como vantagem a biodegradabilidade, baixo custo, reaproveitamento de resíduos e fonte renovável.

A professora Ana Angélica Macedo destaca as vantagens tecnológicas do filme biodegradável desenvolvido. “As embalagens são uma das responsáveis pelo maior consumo de plásticos, sendo assim, embalagens com materiais biodegradáveis a partir de resíduos agroindústrias são uma alternativa para reduzir o consumo das sacolas plásticas que impactam o meio ambiente por anos, além de agregar valor ao descarte. [A pesquisa] também promove a formação de recursos humanos, bem como o desenvolvimento econômico, sustentável, científico, tecnológico e fortalecendo parcerias a nível nacional e internacional. Nós, os Inventores, somos agradecimentos ao IFMA, a ESTeSC/IPC, a UFMA, a Fapema e ao CNPq que têm sempre apoiado as pesquisas realizadas no laboratório de pesquisa do IFMA Campus Imperatriz, em especial a Agência IFMA de Inovação (AGIFMA), que tem se empenhado em assegurar aos inventores o direito sobre a propriedade intelectual”, disse a pesquisadora.

registrado em:
Fim do conteúdo da página